INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 04 jul 2013, e pertence à categoria Resenhas.

Tags

, , , , , , , , , ,

Resenha: Condenada [Chuck Palahniuk]

spoiler1

Um dia você está vivo, no outro não. Um dia Madison Spencer tem 13 anos e está assistindo televisão enquanto seus pais – dois atores famosos e filantropos de Hollywood – apresentam o Oscar de Melhor Filme, e no seguinte está no Inferno. É essa a premissa de Condenada, livro de Chuck Palahniuk lançado em 2011 e que chega agora ao Brasil em edição da LeYa.

Só o nome de Palahniuk já foi motivo suficiente para me fazer querer ler Condenada. O escritor americano é a voz por trás de Clube da Luta e dos igualmente sensacionais Canção de Ninar, No Sufoco e Sobrevivente (entre muitos outros). Palahniuk tem um estilo bem singular, se apropriando de uma estética punk e carregando-a com os dramas e frivolidades que marcam nossa pós-modernidade e te fazem sentir ao mesmo tempo anestesiado e extremamente agitado.

libretto-condenada02

Madison chega ao Inferno com a certeza que morreu por overdose de maconha. O leitor mais atento começa a perceber aí a estrutura de Condenada – afinal, não existem casos relatados de óbito por cannabis – mas a gente fala melhor disso mais pra frente. Tímida, acima do peso e insegura, Madison encontra no Inferno uma saída para tudo aquilo que nunca teve. Os pais famosos de Madison são grandes estrelas de cinema, com casas espalhadas ao redor do mundo e dezenas de filhos adotivos vindos dos cantos mais sofridos do planeta. Em meio a tanto luxo e ostentação, Madison se sente tremendamente solitária.

No inferno, Madison faz amizades, e recria sua própria versão do filme Clube dos Cinco (The Breakfast Club) – uma patricinha, um nerd, um esportista, um jovem revoltado e ela. Juntos, os cinco partem em uma jornada exploratória. A princípio, a ideia é conhecer os terríveis terrenos do Inferno – o grande oceano de sêmen desperdiçado, o vale de abortos, o deserto de lâminas de barbear – e termina como um caminho de autodescoberta.

Madison se diz uma viciada em esperança, e que essa é a pior dependência que alguém pode ter no inferno. Afinal, com pessoas se desesperando ao seu redor, demônios que causam dor por prazer e sofrimentos a perder de vista, que uso pode ter a esperança de dias melhores?

Aos poucos, Madison aprende a deixar de lado as coisas que a prendiam durante a vida, fazendo com que ela descubra seus verdadeiros desejos, livre de quaisquer amarras. No inferno, Madison é mais feliz que foi em qualquer de suas lembranças. Ironicamente, no momento em que a garota aceita ser ela mesma – e que ter esperança é parte de sua essência – é que sua trajetória de sucessos começa.

libretto-condenada01

Como sempre nos livros do Palahniuk, há estruturas que se repetem ao longo do texto. Felizmente, nada disso é à toa – mais do que um estilo literário, as repetições são parte essencial da narrativa. cada capitulo começa com as frases “Está aí, Satã? Sou eu, Madison.” O tempo todo, Madison conversa com o diabo, como se narrasse para seu novo ser superior as mudanças que está vivenciando. Há ainda uma outra frase que se repete e que resume as visões de bem e mal apresentadas no livro: “O que faz com que a Terra pareça o Inferno é nossa expectativa que ela deveria ser o Paraíso.

No entanto, o tema principal de Condenada é o bullying. Ao longo da história, descobrimos que durante toda sua vida a garota foi oprimida pelos pais, pelos colegas e pela sociedade em geral. No inferno, ela se torna a justiceira que busca fazer com que os grandes opressores da historia sejam destruídos. Morta, ela faz o que nunca fez viva: levanta e se defende.

Condenada não é o melhor livro de Palahniuk, mas é um que vale a leitura. Algumas passagens se tornam cansativas (e parecem simplórias demais ou despropositadas – talvez até como uma tentativa de refletir as visões confusas de uma pré-adolescente sobre o mais temido dos destinos do homem), mas os pontos positivos superam os negativos. O livro é o primeiro de uma trilogia, e o segundo titulo, Doomed (ainda sem título em português), será lançado nos EUA ainda em 2013. Na continuação, Madison retorna para o mundo dos vivos como uma alma perdida.

.

libretto-condenada-capaCONDENADA

Autor: Chuck Palahniuk
Título original: Damned
2013, 304 páginas, Editora LeYa

Onde comprar?
Saraiva
Submarino
Estante Virtual (novos e usados)
Amazon (em inglês)
Book Depository (em inglês)

.

assinatura-luiz

.

Comentários

comentário(s)