INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 06 ago 2014, e pertence à categoria Crônica do dia.

Tags

, , , , , ,

Crônica de uma leitora alucinada

Tenho saudade até do que não vivi. Sonho acordada com o que quero viver. Alguns acham que é se prender no mundo da fantasia. Fuga da realidade. Mas é apenas querer ir além do que sou.

Talvez por isso a literatura não é apenas um hobby pra mim. É uma necessidade. Vivo por meio de personagens que se tornam parte de mim. Me perco em viagens que nunca fiz, em amores que nunca vivi, em frases que quero escutar, em mistérios que busco resolver. Carrego culpas que nunca tive, dores que nunca senti. Choro por mortes que nunca presenciei. Me identifico com ideias que nunca expus.

literar-annecronica02

Tenho sede de conhecimento, de curiosidade. De viver. Ou de achar que estou vivendo. De amar, de sentir, seja o que for. De correr, de voar, de se libertar. De se horrorizar, se encantar ou fantasiar. Uma infinitude verborrágica.

Repito: é uma necessidade. Um vício compulsivo que deve ser atendido.

É uma mistura de pensamentos daliescos, com quimeras quixotescas, desejos juanescos e realidades tolstoianas. Pensamentos demais, tempo de menos.

Sofro de leitura compulsiva. Diagnosticado por mim mesma. E tratada com doses diárias de leitura intensa, que me fazem muitas vezes se esquecer de mim.

literar-annecronica01

E não espero que me entendam. Apenas aceitem. Os livros que se acumulam nos lugares mais impossíveis são uma extensão de mim, fazem parte do meu ser e do meu vir-a-ser. São as vidas que vivo enquanto minha vida ganha um sentido. Porque, convenhamos, às vezes as loucuras lidas fazem mais sentido que as vividas.

E se você também se sente assim, bem-vindo ao meu mundo, vivido por tantos outros antes de mim.

(E essa crônica é apenas um texto aleatório de uma pessoa que ficou sem livros pra ler no momento.)

.

assinatura-anne

.

Comentários

comentário(s)