INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 17 set 2013, e pertence à categoria Resenhas.

Tags

, , , , , , ,

Resenha: A Culpa é das Estrelas [John Green]

spoiler1

Durante muitos meses (põe “muitos” nisso), A Culpa é das Estrelas foi um dos livros que mais bombou no meu feed.  Várias críticas positivas, muita gente falando que era seu “novo livro favorito da vida inteira” e uma chuva de elogios para o John Green. Deixei a poeira baixar e decidi ler o livro. Como eu já disse por aqui, ler um livro que todas as pessoas consideram sensacional é sempre perigoso. Mas antes de dizer porque eu não achei A Culpa é das Estrelas tão sensacional assim – e antes que alguém tente me bater -, cabe explicar a história do livro.

literar-estrelas01

Arte: Eu me chamo Antônio

O livro de John Green acompanha dois adolescentes, Hazel e Gus. Seria só mais uma história bobinha sobre um romance adolescente, mas há um fator que faz toda a diferença: os dois têm um histórico pesado de luta contra o câncer. Hazel Grace é uma paciente terminal crônica – e embora esses dois adjetivos não funcionem bem normalmente, essa é uma boa definição para seu estado. Hazel fez todos os tratamentos possíveis para controlar seu câncer de pulmão e está razoavelmente estável, mas a palavra dos médicos é que a garota de 16 anos pode morrer a qualquer momento.

Preocupados com a situação peculiar de sua filha, os pais de Hazel a obrigam a frequentar um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer, e é nessas reuniões que ela conhece Augustus Waters. Gus é descrito como um cara encantador. Inteligente, bem-humorado, sorriso lindo no rosto, pinta de galã juvenil – e uma prótese no lugar da perna como resultado de um osteossarcoma. O par perfeito para a frágil Hazel.

literar-estrelas02

Como seria de esperar, o relacionamento dos dois foge em muito de um namoro normal. Não só pelas limitações físicas de cada um, mas por suas personalidades fortes. A grande linha-guia de A Culpa é das Estrelas é o livro favorito de Hazel, Uma Aflição Imperial. Escrito por um autor de uma obra só, o livro fala de uma garota que, assim como Hazel, enfrenta um câncer. Para evitar spoliers desnecessários, basta dizer que o livro é o responsável por colocar os dois mais unidos que nunca. O curioso é que Uma Aflição Imperial acaba com uma frase não terminada, dando a entender que a narradora (provavelmente por ter morrido inesperadamente) não pudera concluir seus pensamentos.

O maior problema de A Culpa é das Estrelas é exatamente esse: como o livro que marcou a vida de Hazel, John Green parece deixar algumas coisas pela metade. Em alguns momentos, a discussão parece rasa demais, e o que poderia ser pano de fundo para um aprofundamento muito maior vira uma conversa sem direção, juvenil em excesso. O livro é fruto de uma fórmula ready-made (quer dizer, amor juvenil + câncer + metalinguagens literárias + frases de efeito são prato pronto para qualquer best-seller), mas isso sozinho não necessariamente é impedimento para que se escreva um livro sensacional.

literar-estrelas03

Obviamente o livro tem (muitos) pontos positivos. A grande frase de efeito é “alguns infinitos são maiores que outros“, e isso realmente dá o que pensar durante a leitura. Os personagens são, de fato, muito peculiares, o que gera uma narrativa fluida. Até por isso, o livro tem uma leitura bem rápida, e parece que estamos acompanhando uma grande conversa entre os envolvidos.

No final, A Culpa é das Estrelas é um livro bom. Mesmo assim, não é (nem de longe) o último biscoito do pacote como muita gente saiu gritando por aí. Para me fazer entender melhor: eu emprestaria o livro para meus amigos, mas não o colocaria em destaque na prateleira. John Green escreve muito bem, e a narrativa é dessas que te fazem ler sem ver o tempo passar – até em um final inesperado e emocionante, mesmo para o meu (suposto) coração de pedra. Se você ainda não leu o livro, dê uma chance. E se gostar, volte aqui e nos dê seus argumentos. Vamos adorar participar da discussão. :)

.

saiba-mais

- A Culpa é das Estrelas será adaptado para os cinemas, e as gravações já começaram. A direção fica a cargo de Josh Boone e o filme será produzido pela dupla Marty Bowen e Wyck Godfrey (responsáveis pela saga Crepúsculo). Hazel será interpretada por Shailene Woodley e Gus por Ansel Elgort. Você pode acompanhar mais novidades no Omelete.

.

literar-estrelas-capaA CULPA É DAS ESTRELAS

Autor: John Green
Título original: The Fault in our Stars
2012, 288 páginas, Editora Intrínseca

Onde comprar?
Saraiva
Submarino
Estante Virtual (novos e usados)
Amazon (em inglês)
Book Depository (em inglês)

.

assinatura-luiz

.

Comentários

comentário(s)