INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Resenha: Deixem Falar as Pedras [David Machado]

spoiler1

Não tem jeito, às vezes a gente fraqueja e escolhe um livro pelo título. Ainda mais quando é um título poético e bacanudo como Deixem Falar as Pedras. Eu, que já tenho um fraco por autores portugueses (e já prometi pra mim mesmo ler mais literatura lusitana), não resisti e escolhi o livro de David Machado como leitura obrigatória para as férias de meio do ano.

Publicado pela LeYa, o livro faz parte da série Novíssimos, somente com novos autores portugueses que a editora distribui em terras europeias. Se você é como eu e quer saber mais, tem o catálogo completo aqui.

literar-pedras02

Voltando a Deixem Falar…, o livro traz duas histórias que na verdade são uma só (ou uma história que são duas, dependendo do seu nível de poesia). Narrado por Valdemar, um adolescente lisboense, conhecemos ao mesmo tempo sua história e a bizarra série de acontecimentos que marcaram a vida de seu avô, Nicolau Manuel. Quando jovem, o avô fora levado prisioneiro com acusações injustas nos dias que antecediam seu casamento, e dali pra frente se seguiram intermináveis desencontros e traições que deixaram sua vida em pedaços.

literar-pedras01

Enquanto relata os episódios e histórias compartilhadas por seu avô (e anota tudo na busca de vingança contra aqueles que roubaram sua juventude), Valdemar nos mostra também o seu próprio crescimento entremeado à história de Nicolau – da infância à adolescência, passando por dificuldades na escola, problemas com os pais, romances e pequenas aventuras pessoais. Em determinado ponto, é até difícil dissociar as duas histórias: quem busca vingança é o neto ou o avô?

O título do livro não me chamou a atenção a toa – e o lirismo que me atraiu tanto não deixou de mostrar suas caras ao longo do texto. Embora seja um adolescente revoltado, Valdemar tem alguns insights incríveis (David Machado é, a propósito, mestre nas figuras de linguagem). A própria metáfora das pedras é resumo das histórias que encontram-se nas páginas: dar voz a todos aqueles que são menosprezados, chutados e esmagados dia após dia por quem possui botas mais duras ou afiadas. Deixar falar as pedras é mostrar que toda história tem dois lados, que não existe vencedor sem vencido, e que mesmo o mais insignificante dos obstáculos pode valer mais que algumas vidas inteiras.

literar-pedras03

Resumo da ópera: vale a pena se arriscar e escolher um livro pelo título (ou pela capa, como já cansei de fazer). Em alguns casos, dar voz às nossas pedras é parte essencial do nosso processo de aprendizado (e, nesse caso específico, importante lição da história recente de Portugal). Pode colocar mais esse na sua lista de leitura.

.

literar-pedras-capaDEIXEM FALAR AS PEDRAS

Autor: David Machado
2013, 336 páginas, LeYa

Onde comprar?
– Saraiva 
– Submarino
Livraria da Folha
- Livraria Cultura
– Estante Virtual (novos e usados)

.

.

assinatura-luiz

Um exemplar digital do livro “Deixem Falar as Pedras” foi enviado como cortesia para a Literar pela Editora LeYa.

.

Comentários

comentário(s)