INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 11 jun 2013, e pertence à categoria Perfil.

Tags

, , , , , , , , , ,

Perfil: Meg Cabot

Na semana do dia dos namorados nada melhor do que falar de uma das autoras que mais proclama o amor e suas diferentes formas. Seja para falar dos laços de amizade, amor verdadeiro e até mesmo relações sentimentais com o sobrenatural, Meg Cabot é um dos nomes mais fortes da literatura infanto juvenil e do Chick-lit. A escritora que já vendeu quase 10 milhões de livros, em 40 países, é a queridinha do estilo que impulsiona a leitura de milhões de jovens.

megcabot-destaque

Nascida em Indiana, nos Estados Unidos, a autora de 46 anos é responsável pelas séries “O diário da princesa”, “A mediadora”, “The Heather Wells Mistery”, “Boy”, “Desaparecidos”, “A garota americana”, “Avalon High”, “Rainha da Fofoca”, “Cabeça de vento”, “As Leis de Allie Finkle para Meninas”, “Abandono”, “Insaciável”, e muitos outros livros fora de série.

megcabot01

Mas nem tudo sempre foi sucesso. Meggin Patrícia Cabot, nascida sob o azarado signo chinês do cavalo de fogo, passou sua adolescência lutando para passar em álgebra – Assim como sua personagem Mia Thermopolis –, sofrendo por ter cortado sua própria franja e lendo as obras completas de Jane Austen, Judy Blume e Barbara Cartland. Formou-se em Artes, na Universidade de Indiana – onde só entrou porque seu pai era professor – e se mudou para Nova York seis anos depois, em meio a uma greve de funcionários públicos de limpeza. Tentou seguir carreira de ilustradora, o que não deu certo, e acabou voltando para seu hobby: escrever, como forma de buscar alívio emocional.

Apaixonada por Clarisse Lispector – recomenda Laços de Família a todos – antes de se tornar o nome que todos conhecemos, trabalhou em diversas áreas para pagar o aluguel, incluindo 10 anos de administração em um dormitório de 700 calouros na Universidade de Nova York (Inspiração para sua série de mistérios, Tamanho 42 não é gorda), fato que às vezes sente saudade.

megcabot02

A escritora já escreveu sobre o pseudônimo Jenny Carroll e os mais antigos romances históricos como Patrícia Cabot.  O livro que alavancou sua longa trajetória foi Terra das Sombras, da série “A Mediadora”, ainda como Carroll, e estourou mundialmente após a Disney adaptar para o cinema O Diário da Princesa, que também foi responsável pelo up da carreira de Anne Hathaway.

 Amada por muitos e criticada por tantos outros, principalmente por escrever apenas “livros de mulherzinha”, a autora fala sobre essa questão inclusive em suas histórias. Acredita que há espaço para todos e que não apenas os livros conceituados e aprovados pelo The New York Times merecem respeito. Há gostos literários de todos os tipos e todos devem ser respeitados.

megcabot03

Meg hoje divide seu tempo entre Nova York e Key West, vive com uma gata de um olho só, Henrietta, e seu marido,  o escritor financeiro e poeta Benjamin D. Egnatz. O casamento foi celebrado em 1 de abril de 1993, o April Fool´s Day (dia dos tolos, ou dia da mentira). A escolha da data foi uma brincadeira de Meg, pois seu marido tinha uma crença de que só os tolos se casam. O casamento ocorreu durante uma fuga para a Itália.

.

assinatura-anne

.

Comentários

comentário(s)