INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 01 out 2013, e pertence à categoria +Literar.

Tags

, , , , , , , , , ,

Literatura para escutar: músicas inspiradas em livros!

Artes são sempre artes, independente do ramo a que pertencem. Prova disso é que a multiperformance teve um grande boom nas últimas décadas. E na literatura não seria diferente. Você já cansou de ver filmes que foram baseados em livros, e isso não é novidade pra ninguém. Quando a gente fala de música, no entanto, muita gente não sabe que grandes canções foram inspiradas em livros famosos. Para comemorar o Dia Mundial da Música (01/outubro), selecionamos alguns desses casos para mostrar a vocês. Vamos lá?

.

- PATO FU e A HORA DA ESTRELA

A gente começa com um exemplo pertinho da gente. Nossa conterrânea, a banda mineira Pato Fu tem, em seu disco Daqui Pro Futuro, de 2006, uma faixa intitulada A Hora da Estrela, baseada no livro homônimo de Clarisse Lispector:

 .

- LED ZEPPELIN e SENHOR DOS ANÉIS

Não uma música, mas várias! No álbum Led Zeppelin IV, a banda tem várias canções inspiradas no clássico dos clássicos de J.R.R. Tolkien. Entre elas, Misty Mountain e The Battle of Evermore. Além das faixas do disco IV, no Led Zeppelin II a banda já usara a referência a Senhor dos Anéis em Ramble On:

- IRON MAIDEN (e muitos livros!)

Iron Maiden é uma das bandas com mais referências literárias! Dentre os destaques, The Lord of the Flies é inspirada no livro de mesmo nome (em português, O Senhor das Moscas), de William Golding, figurinha carimbada da literatura britânica do século XX. Além dele, To Tame a Land conta a história de Duna (Frank Herbert) e Phantom of the Opera foi composta apresentando a visão do protagonista de O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux:

- MUMFORD & SONS e SHAKESPEARE

A banda britânica foi um dos maiores destaques da música em 2011, e uma das inspirações mais marcantes de suas composições é a obra de William Shakespeare. O álbum de estreia da banda é nomeado Sigh No More, um verso tirado da peça Muito Barulho por Nada. Em Roll Away Your Stone, faixa desse disco, uma das estrofes é retirada diretamente de Macbeth: “stars hide your fires“.

 .

- THE ROLLING STONES e MIKHAIL BULGAKOV

Você pode não saber, mas Sympathy for the Devil foi inspirada em um livro! A obra-base é O Mestre e a Margarida, de Mikahil Bulgakov, que acompanha a visita do diabo à capital russa durante a década de 1920. Ouve aí:

 .

- PINK FLOYD e GEORGE ORWELL

Pink Floyd tem um álbum inteiro dedicado a Revolução dos Bichos, de George Orwell. O romance, que recria a revolução russa com animais humanizados em uma fazenda, gerou as três longas faixas do disco: Dogs, Pigs e Sheep.

 .

- REGINA SPEKTOR e vários autores

Regina tem diversas citações de autores em suas músicas. Em Poor Little Rich Boy ela diz “You’re reading Fitzgerald, you’re reading Hemingway. They’re both super smart, drinking in their cafes.”. Ghost of Corporate Future, por sua vez, é levemente inspirada em Um Conto de Natal, de Charles Dickens (o título, inclusive, é uma referência aos três fantasmas do livro):

 .

- COLDPLAY e FRIEDRICH SCHILLER

A música Clocks, presente no álbum A Rush of Blood to the Head, é inspired na ópera William Tell, do alemão Friedrich Schiller. A obra conta a história do homem do título, o atirador suíço William Tell, e a luta de independêcia da Suíça no século XIV:

 .

E aí? Restam dividas que literatura e música compartilham mais chão que muita gente imagina? Agora fica faltando você contar pra gente quais livros, além desses, mereciam estar aqui.

.

assinatura-luiz

.

Comentários

comentário(s)