INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
PASSANDO A LIMPO . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 10 jul 2013, e pertence à categoria Resenhas.

Tags

, , , , , , , ,

Resenha: O Silêncio das Montanhas [Khaled Hosseini]

spoiler1

Algumas obras são capazes de levar o leitor ao desconhecido, a culturas diferentes e histórias inimagináveis. Não apenas fazem você relembrar a trama após a leitura, mas te fazem pensar em situações, passagens e pequenos detalhes, mesmo quando não está pensando no livro. São histórias que marcam.

O silêncio das montanhas, novo livro de Khaled Hosseini – autor de O Caçador de Pipas e A Cidade do sol – tem esse poder. Insere o leitor na cultura e nos sofrimentos afegãos, emociona a cada história contada, e detalha pequenos fragmentos de uma história complexa e envolvente. Assuntos como miséria, poder, guerra, homossexualismo, laços de família, opressão, maus tratos e muitos outros são abordados de forma extraordinária.

literar-montanhas01

O romance conta, como cenário principal, a história dos órfãos de mãe Pari e Abdullah. Eles moram com o pai e sua nova família na cidade Shadbagh, uma aldeia distante de Cabul. Diante da miséria em que vivem, o pai escolhe vender Pari para a família em que seu cunhado trabalha em Cabul. Ele opta por “cortar um dedo para manter a mão”. Os irmãos muito ligados são, então, separados.

A partir desse fato, é apresentada a continuação da trama, a partir de outros inúmeros personagens, por várias gerações, que se completam. Mostram, pouco a pouco, como certas escolhas ressoam através do tempo.

Particularmente, sou uma leitora com preferência pela história linear. No entanto, a forma como a narrativa é construída no livro, por meio dos mais diferentes depoimentos – sempre com algum elo de ligação, seja com Pari ou Abdullah – e em diferentes épocas cativa o leitor. Cada capítulo é um narrador, começa-se a ler sem saber de que história aborda, qual o personagem e por que aquilo é relevante. De repente, você está tão envolvido que nada disso importa e acaba por ver o sentido e a nova descoberta sobre a trama.

literar-montanhas02

O apego às raízes é contrastado pela quebra de postura. As oposições de formas de política e poder, juntamente com fábulas, superstições, culpa, segredos e desejos humanos, fazem do romance um livro peculiar. Cheio de uma cultura e costumes do Afeganistão, tão estranho a nós.

O silêncio das montanhas surpreende. Quem espera passagens dramáticas como em O caçador de pipas, irá se admirar. A fórmula que Hosseini utiliza para emocionar é muito mais delicada e a escrita mais sutil. A narrativa está mais complexa e é possível notar o amadurecimento do autor.

O primeiro capítulo do livro está disponibilizado pela Globo Livros em seu site. Você pode ler aqui

literar-montanhas-capaO SILÊNCIO DAS MONTANHAS

Autor: Khaled Hosseini
Título original: And the Mountains Echoed
2013, 352 páginas, Globo Livros

Onde comprar?
Saraiva
Submarino
Estante Virtual (novos e usados)
Amazon (em inglês)
Book Depository (em inglês)

.

saiba-mais

Sobre o autor: Com quase 4 milhões de cópias vendidas no Brasil, Khaled Hosseini é um dos romancistas mais lidos de todo o mundo. Nasceu em Cabul, filho de uma professora e um diplomata e, por isso, mudou-se muitas vezes para outros países quando criança. Até que, em 1980, quando a família preparava-se para retornar à vida na capital do Afeganistão, o país sofreu um golpe de Estado e Khaled foi obrigado ao exílio nos Estados Unidos, onde vive até hoje.

Autor dos best-sellers O Caçador de Pipas, que também será publicado pela Globo Livros, e A Cidade do Sol, Khaled tem seus livros editados em mais de 70 países. Foi nomeado Representante Voluntário do Alto Comissariado de Refugiados das Nações Unidas (UNHCR), a Agência de Refugiados da ONU, em 2006. Inspirado por uma viagem que fez ao Afeganistão com o órgão, Hosseini criou a Fundação Khaled Hosseini, uma instituição sem fins lucrativos que oferece assistência humanitária aos afegãos.

.

assinatura-anne

.

Um exemplar do livro “O Silêncio das Montanhas” foi enviado como cortesia para a Literar pela Globo Livros.

.

Comentários

comentário(s)