INÍCIO . RESENHAS . PERFIL . TOP 5 . +LITERAR
CRÔNICA DO DIA . AGENDA

Informações

Este artigo foi escrito no dia 25 jul 2014, e pertence à categoria Top 5.

Tags

, , , , , , , ,

Top 5: Ariano Suassuna

Ariano Suassuna foi uma figura tão carismática que a gente sentia mesmo que ele era nosso amigo. Não por menos, o Brasil inteiro chorou essa semana com a notícia de sua partida. Por aqui não foi diferente (e ainda nem tínhamos secado as lágrimas por João Ubaldo Ribeiro e Rubem Alves), e decidimos selecionar cinco obras de Suassuna que ficam como parte de seu legado para esse mundão.

top05-header

literar-topsuassuna05

#05: O Rico Avarento

Um ano antes de publicar Auto da Compadecida, Suassuna já tinha diversas outras histórias escritas. Uma deles é O Rico Avarento, lançado em 1954 e que tem todos os detalhes que nos encantam na obra do paraibano: o povo nordestino, a cultura do cordel e a batalha entre céu e inferno. Acompanhamos a história de Tirateima, que trabalha por necessidade para um coronel bem do ruim, tornando seus dias cada vez mais miseráveis. Mas nada acontece por acaso: uma hora, o diabo vem trazer a conta e cobrar a parte que lhe cabe nessa mesquinhez toda. Se curtiu, nesse link tem um pedaço da peça de teatro baseada na obra, encenada há alguns anos.

.

literar-topsuassuna04

#04: A Pena e a Lei

Como grande parte da produção de Suassuna, A Pena e a Lei é uma peça de teatro. Publicada em 1959, a história mescla situações cômicas com fortes críticas sociais, mostrando que nem sempre o riso precisa ser bobo. Entremeado nas falas de Benedito, percebemos a situação social do nordeste brasileiro, conhecemos seus costumes e vemos toda a riqueza que existe nas tradições do sertão. Por usar a comédia como forma de crítica e conscientização, A Pena e a Lei arrebata o quarto lugar no nosso Top 5.

.

literar-topsuassuna03

#03: O Santo e a Porca

Um rico avarento guarda todas as suas economias em uma porca de madeira, e vive morrendo de medo que seu bem mais precioso seja roubado. Entre intrigas que envolvem o casamento de sua filha e a empregada da casa, a corrida pela porca vira uma verdadeira loucura – até que no final descobre-se que o dinheiro guardado era tão antigo que não valia mais nada. Fez tocar um sininho na sua cabeça? Pois é: na adaptação para o cinema de Auto da Compadecida, a história de O Santo e a Porca foi incorporada à trama. Viu? Você conhece mais Suassuna do que imaginava.

.

literar-topsuassuna02

#02: A Pedra do Reino

O nome completo é O Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta, mas todo mundo conhece mesmo é como A Pedra do Reino. Inclusive, você deve se lembrar que a história virou uma microssérie na Globo em 2007 e arrebatou muitos elogios da crítica. Inspirada em uma história bizarra ocorrida no século XIX, acompanhamos uma seita que tenta reviver o Rei Dom Sebastião de Portugal, tratado como uma lenda pelo povo após desaparecer na África. Ao contrário dos outros itens dessa lista, a obra não é uma peça de teatro. Além dele, Suassuna publicou outros dois romances e várias antologias de poemas.

.

literar-topsuassuna01

#01: Auto da Compadecida

Não tinha como ser diferente, né? Auto da Compadecida atinge o topo do nosso podium e não deixa lugar pra mais ninguém. Muito antes de se tornar um sucesso no cinema e na televisão, a peça de teatro escrita por Suassuna já era reconhecida como relato impressionante da cultura nordestina. Além do mais, quem não se apaixona pelas artimanhas de João Grilo e Chicó? Com o filme de Guel Arraes a obra de Suassuna atingiu proporções ainda maiores, e fez com que muita gente passasse a ver o nordeste de forma diferente. Aliás, era tudo o que Ariano queria dizer com sua obra: o nordeste merece ser valorizado, seu povo, sua cultura e suas crenças. Ficamos felizes em ver que, pelo menos em parte, a missão foi cumprida.

.

assinatura-todos

.

Comentários

comentário(s)